03/05/1989 – A Águia do Noroeste que parou o Urubu (Porto Alegre 3×1 Flamengo)

zebras

Por Emerson Pereira

O CENÁRIO. O Jairzão foi o palco de 3 de maio de 89 (Foto: Reprodução)
O CENÁRIO. O Jairzão foi o palco de 3 de maio de 89 (Foto: Reprodução)

O estádio foi o Jair Siqueira Bittencourt, na pacata cidade Itaperuna, no Noroeste Fluminense. Em 3 de maio de 1989, em sua terceira participação no Campeonato Estadual da Primeira Divisão, o Porto Alegre Futebol Clube recebeu o então embalado Flamengo, comandado por Telê Santana.

Em meio à tristeza da demolição do tradicional estádio fluminense, o Super Gol traz para você uma das maiores vitórias do Porto Alegre, que logo se tornaria Itaperuna Esporte Clube, no local: 3 a 1 sobre o Flamengo de Zico e companhia.

Após primeiro tempo fraco, Porto Alegre ‘engole’ o Flamengo em 14 minutos

Num Jairzão “entupido” de gente, o Porto Alegre recebeu o Flamengo, campeão invicto da Taça Guanabara. No primeiro turno, os times ficaram no 0 a 0 em partida realizada no Estádio da Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Empatar com a equipe de Zico, Bebeto e Zinho, já seria um bom resultado, mas o Porto Alegre almejou voos maiores… E conseguiu.

O primeiro tempo reserveou poucas emoções aos torcedores de Itaperuna. O Porto Alegre jogava totalmente recuado, enquanto o Flamengo tinha o domínio da posse de bola, porém, errava muitos passes. A melhor oportunidade gol saiu aos 25 minutos, quando Zico cobrou falta no travessão de Almir.

Porém, a segunda etapa blindou os torcedores da Águia do Noroeste. Logo aos 40 segundos, o goleiro Zé Carlos deu rebote e Gilmar não perdoou para abrir o placar em favor do Porto Alegre. Aos cinco, o Flamengo igualou o marcador no Jairzão. Bebeto fez grande jogada e serviu Alcino, que mandou um foguete para vencer Almir: 1 a 1.

A torcida do Rubro-Negro da Gávea já pensava na virada, mas a festa ficou com o Rubro-Negro do Noroeste. Aldair derrubou Alexandre dentro da área e o árbitro Claudio Garcia marcou pênalti, aos nove. Gilmar foi para a bola e colocou no fundo da rede: 2 a 1.

Os itaperunenses se animaram e o “xeque-mate” chegou aos 14 minutos. Alexandre entrou pela esquerda, deixou Zé Carlos II e Aldair na “saudade” e tocou no canto direito do gol do Flamengo. Festa no Noroeste: 3 a 1 Porto Alegre. Com a equipe carioca sem forças para reagir, os “soldados” de Itaperuna apenas cadenciaram o jogo.

ç
FESTA! Em meio a festa do Porto Alegre, Aldair (e) e Ailton (d) lamentam (Foto: André Durão/Jornal do Brasil)

Dados da partida:

PORTO ALEGRE 3 x 1 FLAMENGO
Local: Estádio Jair Siqueira Bittencourt, Itaperuna
Data: 03/05/1989
Competição: Campeonato Carioca – Taça Rio
Árbitro: Claudio Garcia

>>> Porto Alegre: Almir; Ronaldo, Zé Carlos, Jair e Toninho; Januário, Pestana e Gilmar (Âlcer); Café, Alexandre e Douglas (Nem). Técnico: Paulo Mala.

>>> Flamengo: Zé Carlos; Jorginho, Al­dair, Zé Carlos II e Leonardo; Ailton, Renato (Sérgio Araújo) e Zico; Alcindo, Bebeto e Zinho. Técnico: Telê Santana.

Cartões amarelos: (POA) Jair, Pestana e Almir – (FLA) Zé Carlos II, Zé Carlos e Zinho

Público: 9.085 pagantes
Renda: NCz$ 19 670

Jairzão é demolido

Afastado do futebol profissional desde 2011, quando jogou a Segundona, o Itaperuna vive grande crise financeira. Em meio aos problemas, o Estádio Jair Siqueiro Bittencourt foi vendido por 15 milhões de reais e começou a ser demolido na manhã desta sexta-feira, dia 3. Confira a foto abaixo:

demolição