America vence a Cabofriense e começa bem a Taça Rio

Por Super Gol

BRILHOU. Gabriel Vasconcelos desencantou na Série A (Foto: Raffa Tamburini/AFC)
BRILHOU. Gabriel Vasconcelos desencantou na Série A (Foto: Raffa Tamburini/AFC)

Começou como o desejado a caminhada do America na Taça Rio. Atuando em casa, contra a Cabofriense, os rubros conseguiram sua primeira vitória no Grupo D. Na tarde em que Vitor Pucinelli estreou pelo America, Gabriel Vasconcelos marcou seus dois primeiros gols como profissional e fez a festa da torcida no Giulite Coutinho. Após o triunfo por 2 a 1 neste sábado (12) em Mesquita – os visitantes descontaram com Maicon Souza -, o Mecão volta à campo no sábado (19) às 16h, quando enfrenta o Friburguense. O duelo vai ser disputado no Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo.

A partida

Os rubros quase abriram o placar nos primeiros minutos de jogo com Matías Sosa. Quando o cronômetro marcava dois minutos o meia arriscou de fora da área, de canhota e viu Andrey mergulhar em seu canto direito para defender. Com mais volume de jogo, o America teve outra chance chance de marcar com Fábio Braz, aos 16 minutos, mas o zagueiro – que completou 50 jogos pelo America nesse duelo -, no lado direito da grande área, e rematou por cima do gol.

Pouco depois, aos 24, Sosa serviu Leandro Aguiar na área, que limpou o marcador e bateu rasteiro no canto esquerdo de Andrey. O arqueiro da Cabofriense voou e fez outra boa defesa, espalmando para fora. Aos 35 minutos foi a vez de Gabriel Vasconcelos testar o goleiro do time visitante. O atacante rubro soltou uma bomba da direita da grande área e fez o arqueiro por a bola para escanteio, na última chance real de gol do America no primeiro tempo.

Se criou Boas chances na etapa inicial e não marcou, o Rubro foi mais efetivo no período final do confronto. Marlon deu um lançamento milimétrico para Gabriel Vasconcelos, que, no lado direito da área, tocou no contrapé do goleiro para abrir o placar: America 1 a 0 aos 16 minutos. Em desvantagem a Cabofriense cresceu no jogo e testou o goleiro Felipe, que se destacou em vários momentos. O principal deles foi espalmar por cima do gol a cobrança de falta de Carlinhos, aos 25 minutos.

Entretanto, mesmo com o rival buscando mais o jogo naquele momento, o Mecão conseguiu ampliar. Matías Sosa achou Gabriel Vasconcelos na entrada da área, que girou sobre seu marcador e bateu seco, no canto esquerdo do goleiro: um golaço, aos 39 minutos. Apesar de sofrer mais um tento a Cabofriense não desistia e, dois minutos depois, Carlinhos travou um novo duelo com Felipe. No entanto o arqueiro Rubro mostrou sua qualidade e defendeu em dois tempos o chute de longa distância. Pouco depois, aos 45, a Cabofriense chegou a diminuir com Maicon Souza, mas foi só.