Americano volta a vencer o Audax e retorna à elite após seis anos

Por Vitor Melo (Foto: Rodrigo Silveira /Folha da manhã)

O Americano está de volta à elite do futebol carioca! Após bater na trave durante três anos seguidos, o Alvinegro do Parque Tamandaré conquistou o acesso após vencer o Audax pelo placar de 2 a 0, na tarde deste sábado, 22, no Estádio Ferreirão, em Cardoso Moreira. Marquinhos e Cláudio Maradona fizeram os gols que recolocaram o Cano na Série A. Agora, o Glorioso enfrentará o America no próximo sábado, 29, pela decisão da Série B1, em local ainda indefinido.

O jogo

Os minutos iniciais da primeira etapa foram representados pela força ofensiva dos donos da casa, que por sua vez, buscavam o protagonismo do confronto com mais intensidade, através dos arremates consistentes de Cláudio Maradona, o jogador mais agudo da equipe. Sob esse cenário, o Cano levou perigo à meta de Max aos oito, quando Maradona soltou uma bomba na entrada da área e obrigou o arqueiro laranja a realizar boa defesa.

Procurando ser incisivo nas jogadas de contragolpe, o Audax ainda rondou a área alvinegra, mas pecou no último passe e pouco fez para abrir o marcador. Após a parada técnica, a disputa passou a ficar truncada, mas quem novamente assustou foi o Cano. Aos 30, em contra-ataque rápido, Pulo Victor acionou Cláudio Maradona, que tirou do Marcador e mandou um forte chute na direção de Max.

Apesar de um ritmo lento, a equipe da Baixada Fluminense teve sua chance de ouro aos 35; Jean acionou Rodrigo Yuri em jogada ensaiada, que conduziu pela diagonal e soltou uma bomba, tirando suspiros dos torcedores americanos. O melhor momento dos visitantes na partida foi por água a baixo. Aos 39 minutos, Rodrigo Almeida fez falta dura em Maikon Aquino e o árbitro não pensou duas vezes em mandar o jogador para o chuveiro mais cedo. Dessa forma, as equipes foram para o vestiário: 0 a 0, placar parcial.

WhatsApp Image 2018-09-22 at 17.15.32

Fazendo valer a vantagem numérica, o Americano mostrou sua força e inaugurou o marcador logo na volta para a etapa complementar. Em jogada pelo meio, Maradona rolou para Vandinho, que arrematou para o gol. Na sequência, Marcelo, do Laranja Meritiense, cortou a bola com a mão e o árbitro assinalou a penalidade. Na marca da cal, Marquinhos cobrou e estufou a rede de Max, aos cinco: 1 a 0.

Com o confronto praticamente definido, só restou ao Glorioso neutralizar as investidas dos laranjas e sacramentar o resultado. Administrando a vantagem, o Americano ampliou o placar aos 35 minutos: Valdir lançou Cláudio Maradona, que não hesitou e estufou a rede meritiense. No lance, a bola ainda beliscou a trave e morreu no fundo do gol de Max. Através desse panorama, a equipe do Norte Fluminense pôde fazer a festa e soltou o grito da Série A, que estava preso a seis anos.

Final da Série B1

Americano e America protagonizam o clássico Tio San, na decisão da Série B1, em local ainda indefinido.