Ansioso pelo confronto contra o Fla, Marcão exclama: ‘Para sermos grandes, temos que jogar contra os grandes’

Por João Pedro (Foto: Luis Miguel Ferreira / Super Gol)

A Portuguesa – RJ enfrentará o Flamengo no sábado, às 18:30, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, pela 1a rodada da Taça Rio.  Para essa partida, o zagueiro Marcão, 28 anos, se mostra bastante focado e  disse que o time da ilha está buscando seu espaço.

– Temos que fazer não só nosso melhor e sim, o algo a mais. A Portuguesa nos dá o suporte para trabalhar e só devemos nos preocupar em deixar a Lusa onde ela deve estar – explicou Marcão.

Com quase 4 meses e meio de clube, o jogador já teve passagem pelo América – RJ e Figueirense. O xerife está muito feliz pela oportunidade em defender a zebra da Ilha e determina esse jogo contra o Rubro Negro como uma chance de mostrar o tamanho da Lusa.

– É mais uma oportunidade de mostrarmos nosso trabalho, pois para sermos grandes, temos que jogar contra os grandes e como se fosse a última oportunidade de nossas vidas – exclamou.

Além de jogar contra um grande clube, Marquinhos, como era conhecido no início da carreira, enfrentará um dos melhores atacantes do Rio de Janeiro e futebol brasileiro: Paolo Guerrero. Ele está tranquilo com essa responsabilidade, mesmo sabendo como o peruano costuma atuar.

– Só tenho que fazer meu trabalho, independente de suas catimbas até porque é uma forma dele desconcentrar seu adversário – disse.

Marcão em ação pela Lusa no Carioca ( Foto: Luis Miguel Ferreira / Super Gol)
Marcão em ação pela Lusa no Carioca ( Foto: Luis Miguel Ferreira / Super Gol)

Entretanto, o zagueiro já jogou contra outros atacantes de nome, como Jorge Henrique, Riascos e Diego Souza, ou seja, é uma tarefa que está acostumado a lidar.

Essa experiência em enfrentar jogadores de qualidade, ajuda no desenvolvimento da sua carreira, assim que cria novos objetivos no clube. Com pouco tempo de casa, Marcão chegou na equipe com a vaga na série D, após a conquista da Taça Rio mas deixa claro que um clube precisa ter objetivos maiores.

– No futebol só tem espaço para vencedores e aqueles que almejam crescer, não só no individual, mas no coletivo também – finalizou.

Fã do Juan, zagueiro do Flamengo e que passou pela Seleção Brasileira, ele pretende jogar em grandes clubes brasileiros além de ajudar sua família, que são sua base e inspiração para continuar realizando seu sonho.

A Portuguesa estreia sábado diante do Flamengo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 18:30h.