Após protestos, Elias Duba “expulsa” torcida e dispara: “Ninguém tem o direito de protestar contra mim “

duba

Por Luis Miguel Ferreira (Foto: Luis Miguel Ferreira/ Super-Gol)

Na lanterna da classificação geral do Campeonato Carioca e sem vencer no ano de 2018, o Madureira vive um momento conturbado dentro e fora de campo. Após empatar contra a equipe do Volta Redonda em 0 a 0 na tarde desta segunda-feira (26), os jogadores saíram de campo ao som de “Time sem vergonha” e de “Fora, Duba Ditador” (este último para o presidente , há 25 anos no poder do Tricolor Suburbano).

Depois de toda a confusão, Elias Duba conversou com exclusividade com a reportagem do Super-Gol. Para ele, a manifestação nas arquibancadas é negativa, e por isso afirmou que não permitirá a entrada de parte da torcida nos próximos jogos.

– Ninguém protesta contra mim. Aqui ninguém faz nada, só quem faz sou eu. Ninguém tem o direito de protestar. Os torcedores foram protestar contra os jogadores, até ficaram na porta do vestiário do clube. Não sou eu que fomento a entrada deles aqui. Eles não pagam ingresso e alguém deixa entrar. Já estão terminantemente proibidos de entrar no Madureira. Quem vem aqui e diz que é torcedor vem para torcer pro Madureira, não é pra criticar. E não é comigo não; não tem o direito de criticar o jogador. Só critica quem paga ingresso. Esses malandros não pagam ingresso e então não podem criticar ninguém – exclamou o presidente, que ainda continuou falando sobre os problemas que a equipe vem sofrendo dentro de campo.

– Acho que falta muita coisa no time, está mal escalado. Precisamos rejuvenescer esse time, parece que está sempre cansado, sem força de reação. Eu acho que precisamos de mais velocidade, mudar o estilo do jogo. Estamos jogando com três zagueiros e dentro de casa precisamos colocar um time mais agressivo para ganhar os jogos. São detalhes que o treinador vai corrigir, e acredito que no próximo jogo teremos sucesso.

Com apenas 4 jogos para evitar a queda no Estadual, o Madureira volta a campo no próximo domingo (4), quando enfrenta o Nova Iguaçu, às 15h45min, no Estádio Laranjão.