Audax vence o Sampaio Corrêa nas penalidades e é campeão da Taça Corcovado

WhatsApp Image 2018-09-15 at 17.50.05

Por Vitor Melo (Foto: Úrsula Nery/Agência FERJ)

O Audax é campeão da Taça Corcovado! Na tarde deste sábado, 15, o Laranja Meritiense confirmou a boa campanha no returno da Série B1 e venceu o Sampaio Corrêa na disputa por penâltis, no Estádio Lourival Gomes de Almeida. No tempo normal, o placar marcou 1 a 1. Gilcimar marcou para os visitantes e Leo Guerreiro para os mandantes. Com um retrospecto de oito vitórias, um empate e apenas uma derrota, o Laranja meritiense foi coroado com o título e pôde soltar o grito que estava preso na garganta.

Objetivo, Audax sai na frente da disputa

Apesar de um início bastante intenso por ambas as equipes, a primeira boa oportunidade surgiu somente aos 10 minutos, quando Gilcimar escorou para Leo Pimenta, que limpou a jogada e arrematou por cima da meta defendida por Guilherme. Mais objetivo, o Laranja permaneceu dominando as ações do confronto, contudo, os donos da casa apresentavam dificuldade em penetrar à área Laranja e, com isso, não conseguiam dar sequência a suas jogadas.

Mesmo com a melhora do desempenho dos mandantes após a parada técnica, o Audax teve sua chance de ouro aos 24. Em recuperação de bola, Denílson partiu em velocidade e deixou Gilcimar frente a frente com o arqueiro aurianil, que mostrou reflexo e afastou o perigo pela linha de fundo. O Galinho da Serra respondeu com o zagueiro Anderson Oliveira quatro minutos depois. Pela ponta esquerda, Juninho Bolt cruzou para o camisa 4, que estava livre para concluir em gol, mas ele foi travado pelo zagueiro meritiense.

Com mais efetividade no campo de ataque, o Audax mostrou oportunismo e inaugurou o marcador aos 39: Leo Pimenta acionou Gilcimar em profundidade e, dessa vez, o artilheiro não hesitou em mandar a bola para a rede, sem chances para Guilherme. Mantendo o mesmo ritmo, os visitantes por pouco não aumentaram a vantagem no lance seguinte. Denílson deu um passe açucarado para Leo Pimenta, que mandou um sem pulo, tirando tinta da trave. 1 a 0, placar parcial.

Em luta constante, Sampaio não desiste e empata no fim

Propensos a buscar a vitória a todo custo, o Sampaio Corrêa voltou para a etapa complementar com uma postura mais ofensiva e, assim, tramou sua melhor chance da partida logo aos oito minutos. No lance, Gama aproveitou a falha de Henrique e soltou uma bomba, explodindo no travessão de Max. Assim, o Galinho passou a obter maior posse de bola, imprimindo um forte ritmo e assumindo o protagonismo da partida.

Recuados, os laranjas neutralizavam as investidas dos mandantes e levaram perigo somente aos 30, em chute de fora da área por Rodrigo Yuri. Com a vantagem, o Audax teve tranquilidade para ocupar os espaços do campo e sair em contra-ataque. Dessa forma, os mandantes estiveram perto de ampliar aos 34. Bolinha foi lançado em profundidade e saiu cara a cara com Guilherme, mas ele pegou mal e a bola saiu pela linha de fundo.

Pressionando em busca do gol de empate, o Sampaio Corrêa foi eficaz e conseguiu furar o bloqueio meritiense aos 44. Pela esquerda, o incansável Juninho Bolt cruzou certeiro para Leo Guerreiro, que testou firme para empatar o confronto: 1 a 1. Repleta de emoções, a disputa caminhou para as penalidades.

Disputa de pênaltis

Configurada pelo placar de 1 a 1 no tempo normal, o Audax contou com as defesas de Max em duas cobranças, triunfou por 4 a 3 e soltou o grito de campeão. Pelo lado dos laranjas, Rodrigo Yuri, Leo Pimenta, Wesley Bolinha e Felipe Augusto balançaram a rede. Já pelo lado do Galinho da Serra, Anderson Manga, Gama e Leomir fizeram. Sorriso e Léo Guerreiro desperdiçaram.