Autor dos gols contra Desportiva, Rogerinho avalia empate e projeta decisão contra a Portuguesa

Por Super Gol (Foto: Emerson Pereira/Bangu) 

Com sete pontos somados, o Bangu segue líder no Grupo A13 da Série D do Campeonato Brasileiro. A vantagem na pontuação, aliás, poderia estar ainda maior. No sábado, 10, o Alvirrubro abriu 2 a 0 para cima da Desportiva-ES, no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica, mas acabou levando o empate com um gol de pênalti aos 52 minutos do segundo tempo. Estreando com a camisa alvirrubra, o meia-atacante Rogerinho foi o grande nome da partida ao marcar os dois gols. Ele avaliou o desempenho da equipe e lamentou os tentos sofridos no final.

– Agradeço a Deus por poder marcado dois gols e ajudado ao time. Estávamos com a proposta de jogar nos contra-ataques, o que deu certo até certo momento da partida. Com a expulsão do Hygor, tivemos que mudar um pouco a nossa estratégia, eles vieram para cima e conseguiram chegar ao empate. Estamos cientes que poderíamos ter ampliado enquanto estava 2 a 0, não conseguimos e acabamos penalizados no fim – disse.

No próximo sábado, 17, o Bangu vai ao Canindé, em São Paulo, encarar a Portuguesa pela penúltima rodada da primeira fase. A partida pode classificar o Alvirrubro para o mata-mata do Campeonato Brasileiro e deve ser encarada com uma verdeira final, conforme afirma Rogerinho.

– Será mais uma decisão. Devemos entrar em campo com este pensamento, com o pensamento de vencer. O Bangu tem que entrar ligado do primeiro ao último minuto para não ser punido no final. Temos que aproveitar as oportunidades para marcar a maioria de gols possíveis – complementa o meia-atacante.