Barra da Tijuca e Tigres do Brasil não saem do 0 a 0 em Madureira

DSC_0034

Por Emerson Pereira (Fotos: Emerson Pereira/Super Gol)

Barra da Tijuca e Tigres do Brasil entraram em campo pela sexta rodada da Taça Corcovado, o returno da Série B1 do Campeonato Carioca. Na partida realizada no Estádio Aniceto Moscoso, em Madureira, os clubes fizeram um jogo que pecou em emoção e ficaram num empate sem gols. O Tricolor da Zona Oeste chegou aos sete pontos, enquanto a equipe de Xerém somou o seu primeiro.

O jogo

Com o apito inicial, o Tigres do Brasil começou com posse de bola maior e buscava deixar o Barra da Tijuca encurralado em seu campo. Porém, o time da casa conseguia se livrar da armadilha da Fera da Baixada e criou as duas primeiras boas oportunidades de gol. Aos 10, Thiaguinho cobrou falta na área e Kerlyson cabeceou à esquerda. No lance seguinte, aos 15, Erick tocou para Thiaguinho, que bateu de dentro da área e também mandou pela linha de fundo.

Após o sustos, o Tigres atacou o Barra da Tijuca de maneira efetiva aos 17 minutos, quando Diego Sales alçou bola na área em cobrança de falta e o atacante Sabito testou para levar perigo à meta defendida por Yan. Entretanto, após o tempo técnico, o confronto caiu de produção e o 0 a 0 persistiu.

DSC_0015

O panorama da segunda etapa pouco mudou em relação a primeira. O Barra da Tijuca chegou primeiro aos cinco minutos, novamente na bola parada. Paulo Vitor cobrou falta na área e Kerlyson cabeceou no canto esquerdo, obrigando o goleiro Léo Flores a voar para fazer bela defesa.

O Tigres diminuiu o seu ritmo e apenas buscava neutralizar as investidas do Tricolor da Zona Oeste, que voltou a levar perigo aos 23 minutos. O lateral-esquerdo Paulo Vitor cobrou falta da intermediaria por cima. Depois, apesar das mudanças dos técnicos Eduardo Hungaro e Duílio, o placar seguiu inalterado.

Próxima rodada

As equipes terão uma semana até os seus desafios, no sábado, às 15h. O Barra da Tijuca vai até o Alzirão, em Itaboraí, para encarar o São Gonçalo, enquanto Tigres recebe o Angra dos Reis no Los Larios, em Xerém.