Carlinhos Ganjão avalia postura do Macaé em revés diante do Audax e se mantém confiante em virada no jogo da volta

Por Vitor Melo (Fotos: Emerson Pereira/Super Gol)

O Macaé saiu atrás na disputa por uma vaga na semifinal da Copa Rio. A equipe do técnico Carlinhos Ganjão sofreu revés pelo placar de 2 a 0, diante do Audax, na tarde desta quarta-feira, 29, em Moça Bonita. Para avançar dentro da competição, o Leão do Norte Fluminense tem a dura missão de construir um placar por dois gols de diferença, para levar a partida para as penalidades. No fim do confronto, o comandante do Alvianil Praiano fez um balanço da sua equipe durante os 90 minutos e valorizou a qualidade do time meritiense:

– A nossa partida foi bem abaixo. Sabemos que o Audax é um time de muita qualidade, está jogando há mais tempo que a gente, até porque fizemos só três jogos. O Macaé na primeiro parte, pecou muito, esteve apático, muito abaixo. Demos dois gols para eles e quando recebemos o presente, não soubemos aproveitar. Futebol é feito de oportunidades, quem teve a oportunidade fez, nós tivemos mas não fizemos – avalia o treinador da equipe alvianil, qualificando o adversário.

Como as equipes retornam a campo na próxima quarta-feira, 05, às 15h, no Estádio Moacyrzão, pela partida de volta da Copa Rio, o técnico do Macaé, Carlinhos, apontou o fator elenco e manteve as esperanças na virada do placar do jogo da volta:

– Não podemos contratar mais ninguém, nosso elenco possui poucas opções. Vamos ver o que podemos fazer para juntar nossas peças mais importantes e conseguir reverter o resultado. Não é nada impossível – finaliza Carlinhos.