Com grande primeiro tempo, Goytacaz bate o America e larga na frente da final da B1

IMG_8003

Por Emerson Pereira (Fotos: Luis Miguel Ferreira)

E o Goyta saiu na frente na decisão da Série B1 do Campeonato Carioca. Jogando no Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita, na agradável noite desta terça-feira, 26, o Alvianil da Rua do Gás venceu o America por 1 a 0, com gols de Luan, e está a um empate de levantar a taça de campeão. Qualquer resultado de um gol de diferença para o Mecão leva a disputa para os pênaltis.

O jogo

O Goytacaz ignorou qualquer tipo de pressão e partiu para cima do America desde o primeiro minuto. A equipe do Norte Fluminense ditava o ritmo do jogo, mas os rubros foram equilibrando as ações e tiveram a primeira boa oportunidade aos 11 minutos, quando Alan arriscou da entrada da área e assustou o goleiro Paulo Henrique. A resposta do Alvianil da Rua do Gás foi na bola parada, aos 14, em falta rasteira cobrada por Leandro Cruz, que obrigou o goleiro Tadeu a colocar para escanteio. O próprio camisa 10 cobrou e, na área, Lucas Tavares cabeceou à direita.

Na sequência, Allan bateu forte de dentro da área e a pelota passou raspando o poste superior. Entretanto, o Goytacaz novamente foi ao ataque e ficou com o grito de gol entalado na garganta. Aos 19, Rodriguinho foi lançado na frente e emendou de primeira; a conclusão passou triscando a trave direita. O Goytão seguia dominando as ações do embate, passava a maior parte de tempo com a bola e buscava espaços para chegar à meta americana. E quando ele apareceu, o gol saiu. No lance, Almir avançou pela esquerda e cruzou na medida para o atacante Luan completar de cabeça: 1 a 0.

Longe da inspiração do primeiro tempo que lhe rendeu o acesso contra o Audax, coube ao America apostar nas bolas paradas. Em cobrança de falta de Léo Rocha, da entrada da área, a bola passou à direita, aos 43. No minuto seguinte, Gabriel Galhardo fez jogada individual e chutou de média distância, obrigando Tadeu a fazer boa defesa para evitar o segundo tento campista.

FESTA! Técnico Paulo Henrique e seus atletas festejam o gol (Foto: Luis Miguel Ferreira)
FESTA! Técnico Paulo Henrique e seus atletas festejam o gol (Foto: Luis Miguel Ferreira)

Enquanto o primeiro tempo foi bastante agitado, o mesmo não se pode dizer do segundo. Com a vantagem construída nos primeiros 45 minutos, o Goytacaz pouco se expôs e apostou numa estratégia mais defensiva. O técnico Lucho Nizzo, do America, buscava dar sangue novo ao seu time, lançando o atacante Welber e o lateral Belarmino. Porém, os rubros esbarravam na bem postada defesa campista e acabavam apelando para os chutes de fora da área sem obter sucesso.

Aos 32, Tiago Corrêa levantou na área e Robinho cabeceou para a segura defesa de Paulo Henrique. O Goytacaz saiu imediatamente com Rodriguinho, que disparou pela esquerda, deixou dois marcadores pelo caminho e serviu Luan. Livre, o camisa 9 ficou frente a frente com Tadeu e arriscou, mandando à esquerda. O America teve ainda mais duas oportunidades. Na primeira, Anderson Kunzel chutou de longe e, mais uma vez, o camisa 1 alvianil segurou sem susto. Na segunda, Tiago Corrêa colocou na área e Belarmino cabeceou por cima.

Jogo de volta

As equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado, 30, no Estádio Ary de Oliveira e Souza, em Campos dos Goytacazes. Um empate já garante o título da Série B1 do Campeonato Carioca para a equipe da Rua do Gás.