De forma heroica, Bonsucesso vence o Tigres e se mantém na Série A

Por Emerson Pereira

SUPERAÇÃO. Bonsucesso superou um a menos e venceu o Tigres (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
SUPERAÇÃO. Bonsucesso superou um a menos e venceu o Tigres (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

Emoção, tensão e felicidade foram os ingredientes da heroica vitória do Bonsucesso na tarde deste sábado, 16, em Moça Bonita. O Leão da Leopoldina venceu o Tigres do Brasil por 2 a 1, com um a menos, e manteve-se na Primeira Divisão do Campeonato Carioca.

Dupla de ex-banguenses, Matheus Pimenta e Deivison marcaram os gols do Rubro Anil; Giovanni fez para a Fera da Baixada, que ficou de fora das semifinais da Taça Rio. Na segunda fase, o Cesso terminou na sexta colocação com 8 pontos e os caxienses com 11, em terceiro.

Bonsuça sai na frente, mas Tigres empata

O Bonsucesso mostrou que não ficaria acuando em Bangu. Logo no primeiro minuto, Marcos Junior recebeu passe de Rosales e tocou para Breno, que chutou e a bola bateu na mão do zagueiro Xandão para delírio dos presentes, mas o árbitro Wagner dos Nascimento Magalhães nada marcou.

Porém, o Tigres do Brasil também tinha um objetivo em campo: chegar às semifinais. Aos 18 minutos, em jogada de velocidade, Fabiano Oliveira se chocou com Julio Cesar e ambos, depois, foram substituídos. No lance, a bola sobrou para Fabiano, que acertou a trave esquerda de Bruno Miranda.

Na resposta, aos 21, Matheus Pimenta recebeu passe de Marcos Junior, carregou pela direita e bateu à esquerda de Pedro para abrir a contagem para o Bonsuça. Por sua vez, o Tigres mostrou recuperação e foi atrás do empate. E conseguiu aos 33, em chute certeiro de Giovanni: 1 a 1.

(Foto: Emerson Pereira/Super Gol)
(Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

Rubro Anil fica com um a menos, se supera e segue na elite

Assim como na etapa inicial, o Bonsucesso voltou reclamando de um suposto pênalti logo no começo do segundo tempo. Na ocasião, Matheus Salgado foi acionado por Matheus Pimenta e foi parado por Thiago Medeiros. Assim como no primeiro, nada foi assinalado.

Aos sete, Matheus Pimenta fez bela jogada pela esquerda e tocou para Breno, que chutou no travessão. Logo depois, Marcos Junior mirou o ângulo esquerdo e arrematou de média distância, contudo o goleiro Pedro voou e fez bela defesa para salvar o Tigres.

Pressionando sem parar, o Bonsucesso ficou novamente no quase aos 16 minutos. Matheus Salgado cobrou falta na área e Deivison cabeceou com muito perigo. Em seguida, João deu carrinho em Ayrton, recebeu o segundo amarelo e foi expulso para o prejuízo do Rubro Anil.

Poderia ser o sinônimo de uma eventual queda, porém foi aí que o Leão da Leopoldina mostrou superação e manteve o mesmo estilo de jogo: atacando. Aos 27, Matheus Salgado tocou para Breno, que entrou na área e cruzou rasteiro para Deivison conferir dentro da pequena área e estufar o fundo do barbante para manter a equipe da Teixeira de Castor na elite: 2 a 1, resultado final.