Defesas importantes, novo título no Niltão e aplausos de torcedores do ex-clube: o vitorioso dia de Rafael

IMG_8226

Por Vitor Melo (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

Rafael e Estádio Nilton Santos voltaram a se encontrar com um final feliz. Campeão do Brasileirão de 2010 pelo Fluminense, o arqueiro rubro conquistou mais um título para o seu currículo. Desta vez, pelo America, clube onde disputou e se sagrou campeão da Série B1 do Campeonato Carioca. Ao fazer um balanço da campanha na competição, o experiente goleiro deixou claro que a qualidade do elenco foi o fator diferencial para o título:

– O desempenho foi ótimo. A gente sabe da qualidade do time do Americano e, através disso, não poderíamos dar espaços para eles no ataque, pois são jogadores muito rápidos. Durante a semana, nós treinamos sempre visando o time deles, que é perigoso, de qualidade, mas entramos com garra. No primeiro turno, nós perdemos para eles por 3 a 1, estávamos engasgados, porém, o time encaixou, foi guerreiro e lutou do começo ao fim. Graças a Deus, saímos no final coroados com este título – avalia a camisa 1.

Durante a Segundona, o America alternou bons e maus momentos. Apesar de ter ficado na segunda colocação geral durante a fase classificatória, o Mecão foi eliminado na semifinal do primeiro turno e não se classificou às fases finais da Taça Corcovado, o returno. Apesar disso, os rubros venceram o Sampaio Corrêa com autoridade nos dois jogos decisivos e, de quebra, conquistaram o acesso e a vaga na final. Rafael avaliou toda trajetória americana na competição, desde o empate na estreia contra o Serra Macaense até o jogo do título diante do Americano:

– Nós começamos bem a temporada, depois demos uma caída na classificação, que é normal por conta do calendário. Apesar disso, todos estão de parabéns, Eu dou nota 10 para esse grupo. O grupo não caiu de produção, então todos estão de parabéns. Agora, vamos comemorar, pois precisávamos disso para confirmar nossa campanha – comenta Rafael, valorizando o desempenho do time.

Lembrando dos tempos onde vestia a camisa tricolor, Rafael se diz emocionado com o reconhecimento dos torcedores que o aplaudiram na saída para o vestiário. Vale ressaltar que a partida do Mecão foi preliminar do confronto entre Fluminense e Grêmio-RS, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro:

– É muito bom você sair do estádio campeão e ser reconhecido por outra torcida, que é a do Fluminense. Eu tenho um carinho muito grande por esse clube. Eu fiquei emocionado na hora que saí de campo, sei o carinho que eles têm um carinho por mim. Aqui no Engenhão, fui campeão em 2010 e, agora, em 2018. Isso não tem preço para mim – encerra o goleiro.