Edson Souza festeja seu sétimo título à frente do Nova Iguaçu

Edson Souza

Por Super Gol (Fotos: Bernardo Gleizer/NIFC)

Torneio OPG, Copa Rio, Summer Cup, Taça Santos Dumont, Série B do Campeonato Carioca, Torneios Extra das Taças Guanabara e Rio foram as conquistas de Edson Souza à frente do Nova Iguaçu.  No último domingo, 9, ele faturou a sua segunda taça na temporada: o Torneio Extra da Taça Rio, após  vencer o Boavista pelo placar de 3 a 0, no Laranjão. O treinador vibrou com o novo feito, acumulando o quarto caneco em apenas um ano.

– Este título só vem coroar todo trabalho. Quando se consegue títulos, é por que você trabalhou direito. Sou suspeito a falar de mim, pois os títulos já falam. Respeito você não impõe, se conquista. Cada vez que venho aqui o respeito é o mesmo, pois todos conhecem meu histórico. Isso fortalece nossas convicções e ajuda no mercado, porque buscamos sempre passadas mais largas. O Nova Iguaçu é a minha grande casa, mas é um trampolim para ganhar voos maiores – disse Edson, que continuou:

– Convencer um grupo de jogadores a andarem juntos não é mole. Costumo dizer o seguinte: administrar pessoas já é difícil, administra jogadores de futebol é muito pior. Aqui nós administramos sonhos, o que não é fácil – afirmou.

33995620625_cb96dbdffe_o
QUATRO EM UM ANO. Edson posa junto das taças conquistadas no NIFC

Com um grande primeiro tempo, o Nova Iguaçu construiu a vitória sobre o Boavista ao sair vencendo o primeiro tempo por 3 a 0. Edson Souza falou sobre a tática adotada, destacando que tudo foi aplicado em campo.

– Havia visto o último jogo deles onde estavam jogando com dois atacantes que não são velozes. Perdi o Marlon e fiquei preocupado porque poderíamos perder agressividade, mas usei mais um volante e liberei o Lucas (lateral-esquerdo), que funcionou como um ponta. Neutralizamos as jogadas, pois o Murilo marcou o Tiago Amaral e o Leandrão foi marcado pelo Raphael (Azevedo), equilibrando na altura e ganhando a força do Lucas na frente. Saiu todo como foi planejado – finalizou.

Quinto colocado na classificação geral, sendo o melhor entre os times de menor investimento, o Nova Iguaçu conseguiu a vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2018. Nesta temporada, a Laranja da Baixada ainda disputará a Copa Rio.