Eleito melhor técnico da Série B, Soriano avalia ascensão meteórica do Campos

Por Super Gol (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

O Campos ficou 26 anos longe do profissionalismo, voltou em 2015 e estará na elite do Campeonato Carioca no próximo ano. Vice-campeão da Série B, o Rouxinho teve Rafael Soriano eleito por jornalistas como o melhor técnico da competição. Ele fez um balanço das duas temporadas em que esteve à frente do Leão do Parque Leopoldina.

– Realmente é um momento de felicidade enorme. Tudo começou em 6 de maio de 2015 no empate com o Artsul (1 a 1) lá em Macaé, no ano em que subimos da Série C para a B de forma invicta. Isso já foi algo maravilhoso, mas conseguimos chegar na Série A. É algo indescritível. Vamos mantendo os pés no chão e sabendo que o caminho pelo frente também é árduo. Hoje, a nossa sensação é de dever cumprido – afirmou.

Para 2017, a Federação confirmou que o Estadual com uma fase preliminar. Nela, estarão as quatro equipes que não avançaram à Taça Rio 2016 (Bonsucesso, Tigres do Brasil, Cabofriense e Portuguesa), mais os dois que subiram. Em turno único, eles disputarão duas vagas para entrar na fase principal. Os demais, vão jogar o “Grupo da Morte” contra o descenso. Rafael Soriano admitiu que estudará o novo formato, ressaltando que o Campos precisa se estruturar mais.

– A gente ainda precisa entender de como vai ser essa fórmula, não sabemos como ela funciona 100%. Com certeza, havendo essa fase preliminar, da forma que for, temos que buscar mais esse objetivo: participar definitivamente da Série A. O próximo passo é estruturar o clube para que ele possa se tornar, de fato e direito, um clube de Primeira Divisão – disse Soriano, que completou:

– Na verdade, ainda nem sentamos com a diretoria para definir esse planejamento, nem mesmo renovações ou a continuidade do nosso trabalho. Acredito que vamos sentar para conversar já nos próximos dias. A partir da sinalização que vamos seguir com o trabalho, começaremos a nos planejar – encerrou Soriano.