Em final emocionante, America vence o Itaboraí nos pênaltis e enfrenta Audax no jogo do acesso 

Por Thierry Silva (Foto: Úrsula Nery/Ferj)

Neste sábado (09), Saquarema foi palco para a grande final da Taça Corcovado, o segundo turno do Campeonato Carioca Série B1. Com direito a quatro pênaltis no tempo nornal, America e Itaboraí empataram em 2 a 2. Nas penalidades, o America venceu por 8 a 7 e se consagrou campeão da Taça Corcovado. Agora,  o Mecão enfrenta o Audax, em Moça Bonita e jogo único, partida que vale acesso à primeira divisão do Carioca.

Emoção no final

Em campo neutro, com torcida dividida e muito vento em Saquarema, a partida começou bem morna, com as duas se estudando bastante. O jogo teve seu primeiro lance de perigo apenas aos 38, com ataque do Mecão. Léo Rocha encontrou Juninho Bolt na área, o jogador dominou e finalizou forte, mas o goleiro Julio fez a defesa com segurança.

O que não teve durante todo primeiro tempo, aconteceu nos acréscimos. Aos 46, em lance duvidoso do Anderson Künzel em Edu, o árbitro marcou pênalti para o Itaboraí. O próprio camisa 9 cobrou com categoria e abriu o placar, 1 a 0. Dois minutos depois, foi a fez do America ter uma penalidade a seu favor. Após erro da zaga, Fabão derrubou Robinho na área, fez o pênalti e foi expulso de campo. Na cobrança, Julio fez a defesa, mas Léo Rocha empatou o jogo no rebote, 1 a 1.

Dois pênaltis e um gol

Com um a mais no campo e precisando do segundo gol, o Mecão voltou do intervalo com tudo em busca da virada. Logo aos oito minutos, Tiago Corrêa cruzou na área, Robinho cabeceou de peixinho, levando muito perigo, com a bola passando rente a trave. Porém, quem conseguiu fazer o segundo no jogo foi a Águia do Leste Fluminense. Em cobrança de falta, Léo Franco cobrou na cabeça de Bruno Santos, que mandou para o fundo da rede, 2 a 1.

Como no primeiro tempo, a segunda etapa guardava grandes emoções para o final, com dois pênaltis a favor do America. No primeiro, Léo Rocha cobrou na trave, no rebote Julio faz dois milagres, em chutes de Philip e Belarmino. Na segunda penalidade, aos 47, Allan cobrou, deslocou o goleiro, empatou a partida e levou o jogo para a decisão nos pênaltis.

16 cobranças, 15 gols 

Com 100% de acertos no pênaltis, o Mecão se consagrou campeão da Taça Corcovado com o placar por 8 a 7. Apenas Rafael Neuhaus não converteu sua cobrança de pênalti, o que ocasionou o vice-campeonato para o Itaboraí.

AMERICA 

1°- Pessanha: Gol
2°- Léo Rocha: Gol
3°- Robinho: Gol
4°- Philip: Gol
5°- Allan: Gol
6°- Welber: Gol
7°- Ânderson Künzel: Gol
8°- Alan Nascimento: Gol

ITABORAÍ 

1°- Léo Franco: Gol
2°- Neves: Gol
3°- Edu: Gol
4°- Crispim: Gol
5°- Peterson: Gol
6°- Willian Crispim: Gol
7°- Rodrigão: Gol
8°- Rafael Neuhaus: Perdeu