Em jogo tenso, Gonçalense bate o Olaria na Bariri

Por Diego Zurita (Fotos: Diego Zurita/Super Gol)

Na tarde deste sábado (12), Olaria e Gonçalense se enfrentaram na Rua Bariri em partida válida pela Taça Corcovado, o segundo turno do Cariocão Série B1. Os visitantes jogaram melhor desde o início e venceram a partida por 3 a 2. No final da partida, torcedores do Azulão protestaram contra a diretoria, jogadores e comissão técnica do clube.

A partida começou bem equilibrada com ambas as equipes se estudando. Logo as 16 minutos, os visitantes abriram o placar. Sorriso cobrou falta para a área, o goleiro vacilou e não segurou a bola que ficou pipocando na área e sobrou para Jonnes marcar o tento tricolor. O gol serviu para acordar o Azulão que passou a pressionar mais.

Juninho estava num dia inspirado e cobrou duas faltas com precisão para a área, mas o ataque do Olaria acabou não aproveitando as chances para completar para o gol. Acabou ficando para o próprio Juninho a responsabilidade de empatar a partida. Aos 33, a zaga do Gonçalense saiu jogando errado e Juninho roubou a bola e avançou em velocidade, livre de marcação e tocou no cantinho esquerdo do goleiro. 1 a 1 no placar.

Quando parecia que os times iriam para o intervalo em igualdade, mas uma bobeira na defesa olariense acabou por deixar os visitantes novamente em vantagem. No último minuto da primeira etapa, Sorriso cobrou escanteio para a área e Pereira, sem marcação cabeceou com categoria para o fundo do gol.

 

Na volta do intervalo, foi o Tricolor Metropolitano quem veio decidido a resolver o jogo. Logo aos 4 minutos, Jonnes aproveitou o cochilo da zaga e fez o seu segundo gol, terceiro da equipe de São Gonçalo. O tento logo no início da segunda etapa, foi um balde de água fria na torcida presente e os jogadores também sentiram o golpe e pouco reagiram.

O Gonçalense aproveitou a vantagem no marcador e cadenciou o ritmo do jogo sem criar nem se expor muito. Apenas nos minutos finais de jogo, o time da casa partiu para o tudo ou nada, contando inclusive com atuações do goleiro no ataque. No abafa, o Olaria diminuiu aos 45 com um chutaço de bico de Alexandre Jr. Mas o gol veio tarde demais para que o Azulão tivesse tempo de empatar e acabou perdendo sua invencibilidade como mandante no campeonato.

Com a derrota, o Olaria fica na quinta colocação do Grupo A, longe da zona de classificação. Já o Tricolor Metropolitano, se livra de vez de qualquer chance de rebaixamento. Na próxima rodada, o Gonçalense joga na terça-feira contra o Americano no Alzirão. O Olaria entra em campo no dia seguinte quando enfrenta o Artsul no Nivaldão.