Em jogo-treino, America bate o Campo Grande na Zona Oeste

Por Super Gol

NA ZONA OESTE, America vence o Campo Grande (Foto: Raffa Tamburini/AFC)
NA ZONA OESTE, America vence o Campo Grande (Foto: Raffa Tamburini/AFC)

Neste sábado (7/2) o America encarou Campo Grande em um jogo-treino no Estádio Ítalo del Cima. A atividade, que encerrou a semana do America, terminou com a vitória da equipe de Arturzinho por 4 a 1. Marcelinho marcou um golaço no amistoso, que ainda contou com os tentos de Rodrigo Mello, Lucien e Somália. A base da equipe do Galo da Zona Oeste é o time que vinha treinando no Mesquita, sob o comando de Dennio Dago. A partida ocorreu sem mesmo os atletas alvinegros serem apresentados oficialmente.

O jogo-treino

A formação inicial do Mecão pressionou o Campo Grande durante toda a primeira etapa e não demorou para abrir o placar. Em uma rápida trama, Darlan acionou Enric na ponta-esquerda e o lateral cruzou rasteiro para Rodrigo Mello. O volante, de dentro da área, rematou forte, no meio do gol, sem chances para o goleiro: America 1 a 0, aos 21 minutos.

Pouco depois, aos 30, Marcelinho marcou um golaço. Vagner Eugênio lançou Fábio Saci, que tocou por cima da defesa do Campo Grande, deixando Marcelinho de cara para o gol. O atacante mostrou categoria e encobriu o goleiro com um toque de muita classe: 2 a 0. Os rubros se mantiveram no ataque ao longo de todo o período, mas não marcaram. Por sua vez a defesa americana não sofreu ameaças na primeira etapa.

Os rubros voltaram para o segundo tempo com algumas mudanças na equipe e duas delas participaram diretamente do terceiro gol do jogo-treino. Castro Jr, na intermediária, deu passe em profundidade para Somália, que invadiu a área pela direita e chutou forte, cruzado, ampliando para o Mecão em sua primeira finalização. Até os 15 minutos o time americano teve total domínio da etapa e criou boas oportunidades de gol com os chutes de Léo Rocha, Somália – duas vezes – e Paulo Pedra.

No entanto os donos da casa equilibraram o jogo e diminuíram em um chute de fora da área de Paulinho, indefensável para Luís Henrique – a bola desviou na defesa rubra e entrou no ângulo esquerdo do arqueiro. O gol dos rivais funcionou como uma motivação a mais para o America, que voltou a mandar no amistoso. Tanto que, nos minutos finais, aos 35 – a partida teve 45 minutos na primeira etapa e 35 na segunda -, Lucien ampliou. Após tabelar com Vitinho na entrada da área, o volante bateu com categoria, rasteiro, e viu a bola entrar no canto esquerdo do goleiro.