Honrando a camisa, Miguel Couto despacha o Teresópolis de virada

DSCF0812

Por Gustavo de Azevedo (Fotos: Gustavo de Azevedo/Super Gol)

Sem maiores aspirações no Campeonato Estadual da Série C, Miguel Couto e Teresópolis duelaram nesta tarde de domingo no estádio Nielsen Louzada, em Mesquita, e quem se deu melhor foi o time iguaçuano, que venceu a partida de virada pelo placar de 2 a 1. A vitória manteve o Miguel Couto na 5ª colocação do grupo B, agora com 19 pontos, enquanto o Teresópolis permanece na vice-lanterna do grupo A com 12 pontos.

Começo ruim não intimida reviravolta do time iguaçuano no placar

Jogando no gramado do Louzadão, Miguel Couto e Teresópolis entraram em campo para dar maior dignidade às suas campanhas nessa reta final de Série C. Porém, mesmo com o mando de campo sendo do Tricolor da Colina, quem começou dando as cartas em Mesquita foi a Coruja da Serra, que surpreendeu os iguaçuanos logo de cara com um esquema de jogo ofensivo, mantendo as linhas altas e abertas, encurralando o Miguelão em seu campo defensivo.

Na primeira boa chegada do Teresópolis, a rede do Miguel Couto foi estufada. Aos 17 minutos, Brenner recebeu bola na linha de fundo, fez cruzamento da direita na segunda trave e o camisa 7 Pará testou para abrir o placar. Terê 1 a 0. No minuto seguinte, quase o segundo dos visitantes, quando novamente aparecia Pará para chutar cara a cara com Thie e o goleiro iguaçuano serviu o esférico em córner.

Após a parada técnica, Álvaro Santos, treinador do Miguelão, conseguiu mexer com os brios do time da Baixada Fluminense, que assim acabou igualando o marcador aos 24 minutos. Hudson tocou bola dentro da área para Maicon, que após cruzá-la, a viu desviar em Saúva e matar o goleiro, indo parar no fundo das redes: 1 a 1. Após o empate, o jogo ficou mais favorável para o Miguelão, que ainda perderia duas boas oportunidades de virar o placar no primeiro tempo. Aos 37, Pombo finalizou dentro da grande área e tirou tinta da trave direita do goleiro Gustavo e aos 43, Hudson cobrou falta no travessão, assim deixando o jogo igualado em 1 a 1 na primeira etapa.

DSCF0821
POR CIMA Na batalha do Louzadão quem se sobressaiu foi o time do Miguel Couto, que faturou os três pontos.

Dado o pontapé inicial para a segunda etapa, logo pode-se notar que o jogo permanecia nas mãos do Miguel Couto. Fato tão evidente que não demorou muito para o time da casa passar a frente no placar. Aos 4 minutos, num ataque rápido, Maicon encontrou Tássio livre na grande área e este finalizou com força na saída do goleiro para virar o placar: Miguelão 2 a 1.

Após o gol da virada, o jogo esfriou muito, com as duas equipes não conseguindo encontrar chances para finalizar ao gol dos dois arqueiros. O Teresópolis não tinha mais força para conseguir igualar o placar, tentando raramente e sem sucesso algumas jogadas de bola parada. O Miguel Couto ainda teve duas chances para ampliar o placar antes do fim do cotejo. Aos 39 minutos, Matheus entrou cara a cara com o goleiro, tocou a bola sobre este e ela saiu à esquerda da trave. Já aos 46, a vez de encobrir o goleiro foi de Tássio, que viu a bola raspar o poste direito de Gustavo. No fim, ficou assim, Miguel Couto 2, Teresópolis 1. Na luta por um encerramento de campeonato mais digno, o Miguel Couto levou a melhor.

PRÓXIMA PARTIDA

Na próxima rodada, a oitava e penúltima deste returno da Série C, Teresópolis e Miguel Couto entram em campo no sábado, 28, às 16 horas. O time serrano irá receber no estádio Atílio Marotti, em Petrópolis, o Casimiro de Abreu, enquanto o Miguel Couto viaja até Miracema para enfrentar o Itaperuna, no estádio Plínio Bastos de Barros.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Estadual do Rio de Janeiro 2017 – Série C
Fase Principal – 7ª Rodada – Returno

Miguel Couto 2×1 Teresópolis

Local: Estádio Nielsen Louzada, o Louzadão, Mesquita-RJ;
Data: Domingo, 22 de outubro de 2017;
Horário: 16 horas;

Árbitro: Gabriel Rodrigues Seraine;
Auxiliares: Ricardo Araujo de Souzae André Luís Azevedo de Souza;
Árbitro Reserva: Lucas Coelho Santos;

Miguel Couto: Thie; Marlon, Jonas, Indio e Vitor (Russão – 41’1ºT); Tassio, Diguinho, JP e Pombo (Bruninho – Intervalo); Hudson e Maicon (Matheus – 39’2ºT). T: Álvaro Santos.

Teresópolis: Gustavo; Thiago Costa, Patrick e Saúva; Cleisson, Jean, Gilsinho e Thiaguinho; Pará, Brenner e Caio. T: Diel Fernandes.

Gols: Pará (1×0 – 17’1ºT), Maicon (1×1 – 24’1ºT) e Tassio (4’2ºT);

Cartões Amarelos: MIG (Indio e Matheus) – TER (Gilsinho);

Púbico: 180 pagantes / 16 presentes;
Renda: R$ 1.650,00;