Ídolo no America, Luizinho Lemos prevê empenho na decisão e promete reforços para a seletiva

Por Vitor Melo (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

O America está de volta à elite do futebol carioca. Após amargar uma campanha sem brilho na última fase da seletiva, o Rubro de Campos Sales confirmou seu retorno à primeira divisão, vencendo o Sampaio Corrêa em duas partidas consecutivas. Maior artilheiro do Mecão, Luizinho Lemos, que também já treinou a equipe na Série A, revelou os compromissos assumidos por ele em março, quando assumiu o cargo de trinador da equipe:

– Quando eu assumi o America em março, ainda estavam chegando os jogadores, mas nós arcamos com compromisso de colocar o America em seu devido lugar. Através disso, nós trabalhamos bastante, fizemos uma boa pré temporada, reunimos o grupo, que por sinal, possui jogadores maravilhosos, todos em condições de vestir a camisa rubra. Hoje, antes da partida, eu disse para eles: chegamos e não é agora que vamos ceder. Então, nós mostramos para eles (jogadores) o que fazer, que era colocar o America na primeira divisão – afirma o técnico.

Quando questionado pelo elenco formado, o comandante Rubro Tijucano não economizou nos elogios e enalteceu a postura do plantel por um só objetivo, que era recolocar america na elite do futebol carioca:

– O grande mérito do elenco é a união e o caráter. Nós formamos um grupo realmente excelente, todos eles jogaram e suportaram bem. Alguns jogaram o primeiro turno todo, no segundo turno eu tirei e coloquei outro jogador, depois passei a usar o 3-5-2, porém, não tive problema nenhum, muito pelo contrário, tive o apoio de todos para que colocasse em campo que eu quisesse. Por exemplo: Chrispim, que entrava no segundo tempo e fazia muitos gols, o Raphael Carioca, artilheiro com 12 gols, o Daniel que era banco e voltou a ser titular. Então eu falei para eles: estamos juntos, vamos até o final. Isso que aconteceu – comenta Luizinho, analisando o conjunto americano como um todo.

Por fim, o comandante citou a torcida rubra, que esteve chateada com campanhas sem brilho no passado, além de revelar a contratação de novos jogadores, para que reforce o time na primeira fase do Campeonato Carioca:

A torcida ficou chateada com razão, pois é uma torcida que está acostumada a ir ao Maracanã. Quando eu jogava pelo America, já colocamos 132 mil pessoas no Maracanã e, de repente, o time se viu em uma decadência. Não sei de onde veio, porque eu estava fora do país e ficava sabendo só pelo rádio ou por coisas assim. Quando eu cheguei aqui, a única coisa de diferente que eu vi foi o estádio e eu pensei: vamos nos reunir, vamos trabalhar, nos preparar, pois temos todas as chances de conquistar nosso objetivo. Agora vamos nos reforçar para a seletiva, vamos trazer jogadores para deixar o elenco mais forte ainda – encerra o comandante.

America e Americano protagonizam o clássico Tio San, na decisão da Série B1, no próximo sábado, 22, em local ainda indefinido.