Meninos de Xerém marcam e duelo de Tricolores acaba empatado

Por Rogério Felgueiras (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)

Jogando fora de casa pela 5ª rodada da Taça Rio, o Fluminense foi até o estádio de Moça Bonita, em Bangu, para enfrentar a equipe do Madureira. O Tricolor das Laranjeiras começou o jogo perdendo, mas o técnico Abel Braga conseguiu organizar o time e saiu com o empate em 2 a 2.

O jogo

O inicio de jogo foi o melhor possível. Ambas as equipes se jogaram ao ataque. Logo no primeiro minuto de jogo, o meio campo William do tricolor Suburbano, ganhou espaço pelo meio e arriscou o chute de fora da área. A bola passou ao lado da meta defendida por Júlio César!

O Fluminense respondeu rápido! Aos 2 minutos Sornoza pega sobra da zaga na intermediária e enfia para Pedro. O atacante tenta o domínio na área, deixa a bola escapar e comete a falta em Jorge Felipe.

Quem não faz, leva! Aos 6 minutos de jogo. Cobrança de falta na área, Jorge Fellipe desvia de cabeça, e a bola sobra para Julio Cesar. Adiantado, o atacante domina e bate tirando do goleiro do Flu. 1 a 0 Madureira.

Logo no primeiro lance após o gol sofrido, o Fluminense responde. Léo escapa pela esquerdam invade a área e bate cruzado. Rafael Santos corta para o meio, e Richarlison finaliza na trave.

O Madureira não conseguia sair da retranca e o Fluminense pressionava. Aos 27 minutos, Richarlison recebe mais uma na área. Com liberdade, ajeita o corpo e solta uma bomba. Rafael Santos voa e salva o Madureira.

Mais uma boa oportunidade desperdiçada pelo Fluminense aos 47, Henrique aparece como elemento surpresa, sobe pela esquerda e cruza rasteiro. Marquinho fecha na área e bate prensado. Fim do Primeiro tempo com vitória parcial do Madureira, 1a0.

Muitas chances perdidas e um gol irregular. O primeiro tempo em Moça Bonita foi marcado pelo grande volume de jogo do Fluminense, mas também pela incompetência na hora da finalização. O time de Abel Braga desperdiçou chances claras – algumas com grande participação do goleiro Rafael Santos. O Madureira, no único lance de ataque, se aproveitou de posição irregular de Julio Cesar, não observada pelo árbitro, para balançar a rede.

 

Segunda Etapa

 

A pressão seguiu no segundo tempo, mas só aos 13 minutos que o Fluminense conseguiu chegar ao empate. Wellington Silva tabelou com Lucas e cruzou. Pedro e Richarlison tentaram completar para o gol, se enrolaram, mas o centroavante tricolor conseguiu tocar e empatar a partida.

Aos 16 minutos, Sornoza cobrou escanteio curto para Marquinhos e recebeu de volta. O equatoriano dá belo cruzamento com a parte externa do pé direito e colocou na cabeça de Nogueira. O zagueiro subiu e testou firme para virar para o tricolor, 2a1.

Mas o Madureira empatou. Aos 22 minutos, Julio Cesar recebeu na esquerda e deu bonito passe para Kevin. O meia do Tricolor Suburbano devolveu para o atacante, que mandou uma bomba no ângulo do goleiro do Fluminense, 2a2, no Estádio Proletário Guilherme da Silveira.

No Fim do jogo o Fluminense quase saiu com a vitória após boa jogada de Maranhão! O meio de campo cruza na cabeça de Marcos Junior. Livre, o camisa 35 testa para o chão, e Rafael salva o Madureira da Derrota.

Mesmo classificado para as semifinais do Carioca, o Fluminense ainda não garantiu a vaga nas semis da Taça Rio. Com o resultado, o Madureira está fora das finais da Taça Rio.