Mesmo sem brilho, Brasil vira sobre a Croácia na estreia da Copa

Por Emerson Pereira

Neymar carimbou a rede adversária por duas vezes (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Neymar carimbou a rede adversária por duas vezes (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Foram 64 anos de espera para a Copa do Mundo retornar ao Brasil. E na tarde desta quinta-feira, dia 12, a nossa seleção enfrentou a Croácia, mesmo adversário do Mundial de 2006, na Arena Corinthians, em São Paulo. Como na Copa da Alemanha, o Brasil superou o time europeu, desta vez por 3 a 1, de virada.

A partida

Os primeiros minutos foram de estudos, Brasil e Croácia pouco se arriscavam. Porém, aos 10 minutos, o primeiro gol da Copa saiu do pé de um brasileiro, mas contra: Olic cruzou da esquerda para área, Jelavic desviou e, dentro da pequena área, o lateral canarinho Marcelo tentou cortar, mas pôs contra o patrimônio. Croácia 1 a 0.

Após o gol, aos poucos a Seleção Brasileira se solta no gramado do Itaquerão. Aos 20, Paulinho fez boa jogada individual, invadiu a área e bateu forte, mas Pletikosa salvou. Dois minutos depois, Neymar tentou a jogada individual, a defesa afastou e a bola sobrou para Oscar. Ele, da entrada da área, bateu bem para a grande intervenção do camisa 1 da Croácia.

O gol brasileiro estava amadurecendo e ele saiu aos 28, quando Oscar serviu Neymar, que levou para o meio e, da entrada da área, chutou no canto esquerdo do gol croata. Tudo igual: 1 a 1, placar da etapa inicial.

Oscar (d) avança, mas é acompanhado por  Perisic (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)
Oscar (d) avança, mas é acompanhado por Perisic (Foto: Rafael Ribeiro/CBF)

Árbitro marca pênalti ‘maroto’ em Fred, Brasil vira e, no final, amplia

Para os últimos 45 minutos, o Brasil não começou com intensidade no ataque. O árbitro japonês  Yuichi Nishimura que, até então, não marcava falta em qualquer lance, aos 25, assinalou de forma precipitada pênalti em Fred. Não tendo nada com isso, Neymar foi para bola e cobrou na direita de Pletikosa, que até encostou, mas não defendeu. Vira-vira: 2 a 1 Brasil.

No lance seguinte, aos 30, Oscar fez jogada individual pela direita e cruzou para área. Lá estava David Luiz que cabeceou, mas a pelota saiu à direita da meta europeia. A partir daí, a Croácia se lançou ao ataque e, aos 40, por pouco não empatou na finalização de Modric, que foi defendida por Julio César.

Seguindo com a pressão, aos 44, Perisic arriscou da entrada da área e, no susto, Julio César espalmou. A Seleção Brasileira saiu rápido e, logo em seguida, fechou a contagem: Oscar avançou pelo meio, deixou a marcação para trás e bateu da intermediária, de biquinho, no canto direito de Perisic. Fim de jogo: 3 a 1 Brasil.

Próximos jogos

Na próxima terça-feira, dia 17, o Brasil vai à Fortaleza, no Ceará, fazer frente ao México no Castelão, às 16h. No dia seguinte, a Croácia encara Camarões, às 19h, na Arena Amazônia, em Manaus.

Dados da partida:

BRASIL 3×1 CROÁCIA

Local: Arena Corinthians (Itaquerão), São Paulo-SP;
Horário: 17h00min;
Data: Quinta-feira, dia 12/06/2014;

Árbitro:  Yuichi Nishimura (JAP);
Assistentes: Toshiyuki Nagi (JAP) e Toru Sagara (JAP);

>>> BrasilJúlio César; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes – 15′ 2°T) e Oscar; Hulk (Bernard – 22′ 2°T), Neymar (Ramires – 41′ 2°T) Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari;

>>> CroáciaPletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Rakitic (Brozovic – 17′ 2°T) Kovacic e Modric, Perisic; Olic e Jelavic (Rebic – 35’ 2ºT). Técnico: Niko Kovac;

Cartões amarelos: BRA (Neymar e Luiz Gustavo) – CRO (Lovren e Corluka);
Gols: Marcelo (0x1, contra – 11′ 1ºT), Neymar (1×1 – 28′ 1ºT | 2×1 – 25′ 2ºT) e Oscar (3×1 – 45′ 2ºT).