Mesquita vence o Santa Cruz no Nivaldão pela Série B2

Por Super Gol (Foto: Anderson Luiz/Full Press)

Mesquita e Santa Cruz se enfrentaram pela primeira rodada do Campeonato Estadual da Série B2, em partida realizada no estádio Nivaldo Pereira, em Austin. O Mesquita venceu por 2 a 0, com gols de Rafinha e Gabriel, ambos no segundo tempo, e inicia bem sua camunhada de retorno à Série B1.

O início do jogo deu entender que seriam de muitas emoções. Logo aos 3 minutos, a bola chegou para o ataque do Santa Cruz, Vítor arriscou de fora da área para Diego defender em dois tempos. E parou por aí. O jogo ficou concentrado no meio de campo e pouco foi produzido pelos dois ataques até os 29 minutos, quando o Mesquita quis mostrar quem era o mandante. Em escanteio, Digrego cruzou para Jordan cabecear no contrapé de Dudu, que fez excelente defesa. No rebote, Átila chegou a tocar bola, mas não o suficiente para estufar a rede. Dois minutos depois, novo cruzamento de Digrego que encontrou Rafinha para cabecear, na sequência a zaga afastou. Aos 44 minutos, Gabriel chutou à queima roupa para belíssima defesa de Dudu, evitando o gol mesquitense.

Na etapa complementar, aos 2 minutos, Bernardo recebeu dentro da área e chutou para fora, desperdiçando grande chance para o Santa Cruz. O segundo tempo começou quente. Aos 5 minutos, Diego lançou a bola para o meio de campo, Digrego recebeu e lançou Rafinha que encobriu o goleiro abrindo o marcador: Mesquita 1 a 0.

Depois disso o jogo caiu de rendimento até o tempo técnico. Aos 28 minutos, quase o gol de empate. Falta cobrada na área por Bernardo, Fernando cabeceou e a bola passou raspando na trave mesquitense. A resposta veio um minuto depois com Luciano chutando próximo a trave a chance de ampliar para o Mesquita. Ainda em cima, o Mesquita quase marcou, com Átila que chutou com perigo a meta defendidas por Dudu, mas a bola foi pra fora. Mas aos 35 minutos não teve jeito. Digrego fez bela jogada lançando Gabriel que tocou na saída do goleiro: Mesquita 2 a 0.

O Santa Cruz não encontrou espaços e o Mesquita tocou a bola até o apito final fechando o placar em 2 a 0.