Nova Cidade derrota Campos nas penalidades e conquista título da Série B2

WhatsApp Image 2018-12-05 at 22.03.42

Por Vitor Melo (Fotos: Emerson Pereira/Nova Cidade)

Festa Nilopolitana! Passados mais de 30 anos, desde que havia conquistado seu último título, o Nova Cidade pôde, enfim, soltar o grito de campeão. E tudo isso devido a um herói. Depois de empatar por 0 a 0 no tempo normal, o Quero-quero da Baixada contou com três defesas de Léo Fortunato, venceu a disputa de pênaltis por 3 a 2 e sagrou-se campeão da Série B2 do Campeonato Carioca, na tarde desta quarta-feira, 05, no Estádio de Los Larios, em Duque de Caxias.

O jogo

Buscando a vitória para coroar o grande trabalho desempenhado na Série B2, o Nova Cidade iniciou o confronto de forma incisiva. Apostando na ligação direta do seu setor defensivo para o ataque, os Rubros assustaram logo aos cinco minutos. Daniel Rosa lançou Sardinha em profundidade e o camisa 7 dominou na pequena área, mas o toque sutil, que encobriu Gláucio, bateu na trave.

Apesar do embalo inicial, os mandantes pisaram no freio e viram o adversário crescer após o primeiro quarto de partida. Aos 22 minutos, o Roxinho teve sua chance de ouros: Dioguinho cobrou falta da diagonal direita e Gean Moreno testou com perigo, porém, a bola passou  por cima da meta de Léo Fortunato. Aos 39 minutos, o Campos chegou com perigo em outra bola parada. Jhonathan cobrou falta com categoria e a bola passou tirando tinta do travessão. Disputado, a etapa inicial chegou ao seu fim com o zero teimando no placar.

WhatsApp Image 2018-12-05 at 22.03.45

Na volta para a etapa complementar, as equipes buscaram impor o seu jogo. Entretanto, o que prevaleceu foi a pressão campista na maior parte do confronto. Apostando no seu jogador mais agudo, o Leão do parque Leopoldina assustou em finalização de Gean Moreno aos oito. No lance, o camisa 9 recebeu na grande área, avançou pelo meio e arrematou rasteiro, obrigando Léo Fortunato a se esticar todo, para afastar o perigo pela linha de fundo.

Apresentando certa dificuldade em sair para o jogo, o time do técnico Junior Gomes se manteve na defensiva e exerceu pouco perigo ao seu adversário. Através deste panorama, a equipe de Campos dos Goytacazes foi efetiva aos 25 minutos, quando Gilsandro cabeceou com grande perigo, após o cruzamento rasante de Gean Moreno. Mesmo sofrendo com a blitz campista no fim, os nilopolitanos resistiram e neutralizaram as investidas dos visitantes. Assim, a disputa seguiu com a disputa de pênaltis.

Léo Fortunato se consagra e concede título ao Nova Cidade

Nas penalidades, um nome sobressaiu dos demais protagonistas na vitória do Nova Cidade por 3 a 2. O goleiro do Quero-quero da Baixada, Léo Fortunato, ficou responsável pela defesa de três cobranças, que no fim, foram imprescindíveis para a conquista de mais um título para a galeria no Joaquinzão.

WhatsApp Image 2018-12-05 at 22.03.44