Olaria e Gonçalense promovem empate sem gols na Bariri

Por Gustavo de Azevedo (Fotos: Gustavo de Azevedo / Super Gol)

Os 148 presentes que saíram de casa para acompanhar Olaria e Gonçalense, pela quarta rodada da Taça Corcovado do Estadual da Série B1, viram um jogo sem emoções e que só poderia ter culminado em um empate de 0 a 0. Com o resultado, as duas equipes permanecem posições no modestas no returno. O Gonçalense chega aos 5 pontos e se sustentando na 8ª posição do grupo A, enquanto o Olaria é o sexto no grupo B também com 5 pontos.

Jogo de poucas oportunidades e de muitas divididas

Em partida onde ambas as equipes tentavam lutar por uma reafirmação no campeonato, depois de um primeiro turno muito aquém do esperado, Olaria e Gonçalense buscavam desde o início o campo de ataque.

Apostando em lances de cruzamento e em muitos passes longos ao comando ofensivo, o Gonçalense foi quem incomodou primeiro, aos 7 minutos, em cabeçada de Matheus após escanteio que saiu à direita do gol. A primeira boa chance dos anfitriões veio os 27 minutos, quando o Olaria balançou as redes, mas de forma irregular. Leandro concluiu de cabeça o cruzamento de Eberson, mas o primeiro já estava em posição de impedimento assinalado.

Depois de longos minutos atravancados, a reta final da primeira etapa cresceu de tom. Aos 40 minutos, Yago e Kaká trocaram passes pela ponta direita, até que o centroavante camisa 9 chutou por cima de frente pro gol. Aos 45, Anthony levantou bola da direita, Kaká dominou no peito com muita plástica e de voleio mandou sobre o gol. Dois minutos depois, David bateu falta de longe e o goleiro Gabriel do Olaria espalmou sobre o travessão, evitando abertura de placar do Gonçalense.

DSCF3176

Na segunda etapa, a partida voltou ainda mais monótona. As duas equipes não conseguiam bater as defesas opostas, demandando grande tempo com disputas de bola ríspidas no meio de campo. Para se ter ideia, a primeira chance mais clara de gol só veio após a parada técnica, aos 22. Eberson cruzou da esquerda e  Vitinho, na segunda trave, finalizou para boa defesa do goleiro Marco.

Mais tarde, aos 25 minutos, o Gonçalense esboçou incomodar no ataque, quando Márcio fez jogada pela ponta esquerda e surpreendeu Gabriel, chutando na rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, o OIaria respondeu. Contragolpe rápido, Vitinho achou na segunda trave Ygor, que tocou na saída de Marco, mas o goleiro botou em corner.

Mas antes do término do jogo, aos 48 minutos, o OIaria teve a chance do jogo de vencer. Após uma bola cruzada da direita, Kaká demorou para finalizar e a defesa espirrou, na volta, Eberson de frente pro gol, chutou sobre a meta. Assim, o jogo se encerrou num pacato 0 a 0.

DSCF3207

Próximos Jogos

No próximo sábado (4), Gonçalense e Olaria entram em campo pela 5ª rodada da Taça Corcovado. O Azulão da Bariri vai até Mesquita para enfrentar o America, no estádio Giulite Coutinho. Já em Itaboraí, no estádio Alziro de Almeida, o time gonçalense recebe o Audax Rio. Ambos os jogos ocorrem às 15 horas.

FICHA TÉCNICA

Olaria 0x0 Gonçalense

Campeonato Estadual 2018 – Série B1
Taça Corcovado – 4ª Rodada

Árbitro: Diego da Silva Lourenço;
Auxiliares: Raphael Carlos de Almeida Tavares dos Reis e Gabriel Bernardo Duarte;
4º Árbitro: Marco Aurélio Correia Reges;

Olaria: Gabriel; Yagpo, Leandrão, William e Romário; Jeferson, Anthony (Thalis – 36′ 2ºT), Leandro (15′ 2ºT) e Eberson; Lipão (Vitinho – Intervalo) e Kaká. T: Ademir Fonseca.

Gonçalense: Marco; Coutinho (Leonardo – 38′ 2ºT), Matheus , Lucas e Alan; Maykon, Jonnes (Walber – 36′ 2ºT), David e Marquinho (Vitinho – 27′ 2ºT); Endrew e Marcio. T: Thiago Thomaz.

Cartões Amarelos: OLA (Romário, Anthony e Leandro) – GON (Alan e David);

Público: 200 pagantes / 148 presentes;
Renda: R$ 1600,00;