Oliveira avalia empate, quer mais capricho nas finalizações e foca na Cabofriense

1

Por Super Gol (Foto: João Carlos Gomes/Bangu)

O Bangu empatou sem gols com o Nova Iguaçu neste domingo, 28, chegou aos cinco pontos e manteve-se na segunda colocação do Grupo B da Taça Guanabara. Na partida realizada no Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho, na Zona Oeste, o Alvirrubro mostrou-se sólido na defesa e criou boas oportunidades no ataque. Porém, a defesa iguaçuana não foi furada. Defensor alvirrubro, Oliveira avaliou a atuação da equipe:

– Acho que o time se comportou bem apesar do empate. Em determinados lances, foi mais falta de sorte do que competência na finalização. Claro que temos que correr atrás no último jogo para buscar a classificação. Sabemos que sempre devemos evoluir e caprichar mais – diz.

Oliveira dividiu os méritos da qualidade defensiva do Bangu com os companheiros de posição e o técnico Alfredo Sampaio. Ele voltou a tocar no ponto principal em que a equipe precisa melhorar e destacou a semana cheia de treinamentos para a quinta e última rodada do primeiro turno:

– A gente segue o que o professor manda. Buscamos sempre ficar bem postados e fazer o melhor em campo, seja quem for a dupla de zaga titular. Vejo a equipe bem sólida, mas ainda estamos pecando no passe final e nas finalizações. Vamos buscar essa coesão na equipe, trabalhando durante a semana e ir até Cabo Frio atrás da vaga na semifinal – afirma Oliveira.

Bangu e Cabofriense se enfrentam no próximo domingo, 4 de fevereiro, às 17h, no Estádio Alair Corrêa, o Correão, em Cabo Frio, Região dos Lagos.