Presidente do União de Marechal fica indignado com WO

Por Super Gol

IMG_0319
Seu Ivany critica postura do delegado da partida (Foto: Emerson Pereira)

O segundo WO (3×0) do Cariocão da Série C ocorreu neste domingo, dia 11. Estava quase tudo pronto para o jogo União de Marechal x Duquecaxiense, só que o médico do time mandante ficou preso no trânsito da cidade do Rio de Janeiro, não conseguindo chegar em tempo ao Estádio Joaquim Flores, em Nilópolis. O presidente do União, Ivany, mostrou indignação com a não realização da partida, onde seu time acabou derrotado, caindo para a lanterna do Grupo B, somando nada.

– Tinha ambulância, médicos, mas diz ele (delegado da partida) que não teve jogo pela falta do médico, mas tinha um médico aí na ambulância. Eles (FERJ) só atrapalham. Esse senhor (delegado) favoreceu o adversário com esse medida.

O regulamento geral de competições da FERJ, o RGC, diz que devem ter, para cada jogo, dois médicos: um na ambulância e outro da equipe mandante para a partida em si, que fica no banco de reservas, além de dois enfermeiros. Confira:

Art. 18º – A falta de ambulância no padrão exigido pelo Estatuto do Torcedor, ou a falta de médico do clube mandante para atender os atletas durante a partida, ou a falta de serviço de atendimento ao torcedor (SAT) no estádio, ensejará a não realização da partida, sendo a equipe detentora do mando de campo, automaticamente, declarada perdedora pelo escore de 3 x 0, após decisão do TJD“.

No próximo domingo, 18, o União de Marechal Hermes enfrentará o Rubro Social no Lourival Gomes, em Saquarema.