Rafael brilha, pega duas penalidades, Boavista vence o Americano e é campeão da Copa Rio

Boavista campeão

Por João Pedro (Foto: Agência Ferj)

O segundo jogo da final da Copa Rio foi como o esperado: bastante movimentado e truncado. A primeira partida entre Americano e Boavista terminou 1 a 0 para o time de Campos e o segundo jogo terminou com o mesmo placar, mas favorável ao time de Saquarema, com gol de Leandrão. Nas penalidades, o time de Eduardo Allax levou a melhor por 4 a 2, no Estádio Antônio Ferreira de Medeiros, em Cardoso Moreira. O campeão do torneio escolhe se quer a vaga na Série D do Brasileiro ou na Copa do Brasil. O vice-campeão fica com a outra.

O jogo

No primeiro tempo, o Boavista tinha que propor o jogo e achar o gol, porém forçava muitas jogadas aéreas e que não encaixava as triangulações. Já o Americano buscou explorar o contra-ataque e principalmente o atacante Carlos André, que atormentava a defesa Alviverde. Foi uma etapa inicial nervosa, com algumas faltas e falta de criação. Os treinadores no intervalo devem ter cobrado uma postura diferente e os times voltaram diferentes para o segundo tempo.

A conversa foi importante para o Boavista. Logo com oito minutos, Julio Cesar cobrou escanteio na área e, depois do desvio da defesa alvinegra, Leandrão ficou sozinho dentro do gol para abrir o placar. Agora com o agregado empatado, os dois times teriam que sair para o jogo.

A partida ganhou em mobilidade e velocidade. Porém, ambos pecavam na finalização e encaminhavam o resultado para a cobrança de pênaltis. O Boavista esboçou uma pressão no fim, mas o goleiro Adilson segurou.

Penalidades

O goleiro de Bacaxá brilhou. Rafael defende as cobranças do Espinho e Rafinha e decreta o título para o Boavista. As penalidades terminaram em 4 a 2.

Cobranças Americano:
Nunu e Paulo Roberto converteram; Espinho e Rafinha perderam.

Cobranças Boavista:
Todos converteram Julio Cesar, Jean, Kadu Fernandes e Thiago Silva.