Rafael revela frustração com campanha do Boavista no Cariocão: ‘Não foi boa’

DSC_0016

Por Emerson Pereira (Foto: Emerson Pereira/Super Gol)

Recheada de altos e baixos, a campanha do Boavista neste Campeonato Carioca chegou ao fim ontem, 9, no Estádio Jânio Moraes. Pela decisão do Torneio Extra da Taça Rio, o Verdão de Saquarema foi superado pelo Nova Iguaçu por 3 a 0, com todos os gols no primeiro tempo, acumulando a sua sétima derrota em toda competição. O goleiro Rafael, que assumiu a titularidade no segundo turno, lamentou o desempenho abaixo do esperado.

– Cada um sabe o que fez aqui no Boavista. E (a campanha) não foi boa. Passamos por vários problemas, mas fomos homens, lutamos até o final e, por isso, estamos de parabéns. Porém, sabemos que ficamos devendo – resumiu Rafael, que avaliou a atuação da equipe na derrota para a Laranja da Baixada:

– Este resultado não cabe no meu vocabulário. Desde que assumi a titularidade, não havia sofrido três gols numa só partida. Isso me deixa triste. Entramos desatentos no começo do primeiro tempo, enquanto o Nova Iguaçu entrou a mil por hora. Eles jogaram 100% e a gente apenas 1%. Demos o sangue no segundo tempo, lutamos até o fim, mas não deu – completou.

Em 21 de maio, o Boavista iniciará a sua jornada na Série D do Campeonato Brasileiro. Com contrato até o dia 10 do próximo mês, Rafael deixou em aberto o seu futuro no Verdão de Saquarema.

– Não tenho nada previsto. Vou sentar com os meus empresários para ver o que vai se decidir no futuro. Estou tranquilo, pois fiz um bom campeonato e termino de cabeça erguida. Se for o caso de ficar aqui, vou seguir honrado a camisa do Boavista – encerrou o goleiro.