Romarinho define derrota na final da Copa Rio: ‘Não foi o nosso dia’

Por Diego Pedroso e Luis Miguel Ferreira (Foto: Luis Miguel Ferreira)

Em uma final emocionante, a Portuguesa venceu o Friburgense, pelo placar de 4 a 3, no último sábado (22), no Estádio Luso Brasileiro. O terceiro gol do Frizão, feito aos 47 minutos da segunda etapa, pelo goleiro Luiz Felipe, deu ainda mais emoção à decisão, que foi para as penalidades. Nos Pênaltis, a equipe visitante levou a melhor e soltou o grito de campeão, batendo a Lusa por 4 a 2. Romarinho, autor do segundo gol do rubro-verde, fez uma ótima partida e lamentou a perda do título da Copa Rio 2016.

– Começamos o início do jogo buscando o resultado, infelizmente levamos dois gols de pênalti.  Sabíamos da qualidade do nosso grupo, não deixamos de desistir e buscamos os gols que precisávamos. Nós conseguimos empatar, virar o jogo e chegar aos dois gols de diferença que precisávamos. Não foi o nosso dia – comentou Romarinho, que elogiou a partida feita por sua equipe e defendeu seus companheiros:

– Não faltou garra, nós batalhamos do início ao fim. O nosso time foi muito guerreiro. Eu não posso dizer que erramos, fizemos uma partida quase que impecável, mas infelizmente não foi dessa vez. Nós não vamos desistir de acreditar, vamos continuar batalhando por um título, pois esse grupo é merecedor e precisa de uma grande conquista – disse.

Romarinho também falou sobre o fatídico gol sofrido no final do jogo, feito pelo goleiro do Tricolor da Serra, Luiz Felipe.

– Ninguém imaginava que poderíamos tomar um gol do goleiro deles, da forma que foi, nos acréscimos da partida. São coisas do futebol e temos que aprender com as derrotas. Vamos tentar buscar esse título no ano que vem – encerrou.