Souza marca, perde pênalti e Madureira empata com Resende

Por Luis Miguel (Fotos: Marcos Faria)

Em um domingo de muito calor no subúrbio carioca, o Madureira recebeu o Resende pela primeira rodada da Taça Rio, em Conselheiro Galvão e as equipes empataram por 1 a 1. Jhulliam abriu o placar para o Gigante do Vale e a equipe mandante empatou com Souza, que ainda perdeu um pênalti na etapa complementar.

O JOGO

A partida começou muito equilibrada. As esquipes se estudavam e trabalhavam a bola, esperando o erro do adversário. Com a dificuldade de se aproximar da área, o Tricolor Suburbano precisou arriscar de longe. Luciano tentou de fora da área e levou perigo ao goleiro Arthur, aos dez minutos. Logo aos 11, no lance seguinte, o Resende marcou o seu gol. Jullhiam aproveitou o vacilo da zaga, roubou a bola, deixou Rafael no chão e empurrou para as redes.

Aos 19 minutos, o Madureira chegou mais uma vez com perigo e conseguiu um gol, que foi anulado.  Ruan recebeu pelo lado direito, levou até a linha de fundo e cruzou. Souza dividiu com o goleiro Arthur e o juiz marcou a falta. Sem ouvir o apito, Júlio César marcou e a torcida vibrou. Gol anulado.

De volta ao ataque, o Madura chegou com perigo em duas jogadas. Quando o relógio marcava 23 minutos, Willian bateu de fora da área e o goleiro mandou para escanteio. Na cobrança, Douglas Lima mandou na cabeça de Jorge Felipe, que cabeceou bem, mas Arthur afastou.

CONFUSÃO E VERMELHO PARA OS DOIS LADOS

Aos 28 minutos, Jorge Felipe se estranhou com Lohan e o árbitro da partida mandou os dois para o chuveiro mais cedo. Com o resultado ao seu favor, o Resende se fechou. PC Gusmão, técnico do Madureira recuou Leandro Carvalho para a zaga.

CÉU E INFERNO DE SOUZA

Já no fim da primeira etapa, aos 38 minutos, a equipe de Conselheiro Galvão conseguiu o gol de empate. Souza tabelou com Luciano e o meia deixou o Caveirão de cara pro gol. Com muita calma, o camisa 9 esperou a saída do goleiro e deu um toque por cobertura.

Protagonismo: Caveirão marca e perde pênalti.
Protagonismo: Caveirão marca e perde pênalti.

A primeira etapa terminou, a segunda começou e o Madureira se lançou ao ataque. Com algumas mudanças, PC Gusmão chegou a jogar com alas para dar mais profundidade ao ataque, visando o seu artilheiro.

Na última oportunidade clara, o Tricolor Suburbano teve a chance de marcar, mas despediçou. Aos 34 minutos, Geovane Maranhão partiu pra cima da zaga e sofreu pênalti. Souza foi para a bola e bateu por cima.

Na próxima rodada, ambas as equipes jogam no Estádio Raulino de Oliveira. O Resende recebe o Flamengo no sábado, 18, às 18:30h. Já o  Madureira visita o Volta Redonda no domingo, 19, às 19h.

Madureira 1×1 Resende – Taça Rio, 1ª Rodada – 12/03/2017 às 15h30

 

Estádio Aniceto Moscoso (Rio de Janeiro – RJ)

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá

Auxiliares: Gabriel Conti Viana e Thiago Gomes Magalhães

 

Madureira: Rafael; Ruan (Geovane Maranhão, 26’/2ºT), Diego Guerra, Jorge Fellipe e Douglas Lima; Rezende, William, Leandro Carvalho e Luciano (Esquerdinha, 35’/2ºT); Julio Cesar (Soares, 32’/2ºT) e Souza. Técnico: PC Gusmão.

 

Resende: Arthur; Muriel, Leandrão, Thiago Sales e Gabriel (Yago, 17’/2ºT); Léo Silva, Vitinho, Rogerinho (Pingo, 17’/2ºT) e Marcel (Robinho, intervalo); Lohan e Jhulliam. Técnico: Ademir Fonseca.

Cartões amarelos: Ruan (MAD); Jhulliam, Leandrão e Rogerinho (RES)
Cartões vermelhos: Jorge Fellipe, 28’/1ºT (MAD); Lohan, 28’/1ºT (RES)

Gols: Jhulliam, 9’/1ºT (0-1); Souza, 37’/1ºT (1-1)

Renda: R$ 3.640,00
Público: 349 presentes (306 pagantes)