Tá registrado: Com gol solitário de Kaká, Brasil passa pela Croácia na abertura do Mundial

Kaká comemora o gol da vitória (Foto: Reprodução)

Por Emerson Pereira

Kaká comemora o gol da vitória (Foto: Reprodução)
Kaká comemora o gol da vitória (Foto: Reprodução)

Quatro anos se passaram e ela está de volta… A Copa do Mundo! Nesta quinta-feira, dia 12, após 64 anos, o Mundial retorna ao Brasil. Enfim, a nossa seleção enfrentará a Croácia, às 17h, na Arena Corinthians, em São Paulo. Nesta edição do “Tá registrado” vamos recordar o mesmo confronto que ocorrerá mais tarde, porém, realizado na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. E aí, vamos lá?

A partida

Os primeiros 20 minutos de jogo foram de muita pressão pelo lado da Seleção Brasileira. Em dois minutos, o time de Parreira já havia levado perigo aos croátas em duas ocasiões, porém, todas interceptadas pela defesa.

A primeira jogada mais trabalhadas saiu aos oito, quando Ronaldinho puxou contragolpe e tocou para Adriano. O “Imperador” deixou para Kaká, que finalizou por cima. Seis minutos mais tarde, Roberto Carlos arriscou de longe, mas o goleiro Pletikosa salvou.

Após os minutos de pressão, o Brasil diminuiu o ritmo, dando espaços aos croatas. Em sua melhor chegada no primeiro tempo, aos 22, Kranjcar arricou da intermediária e a bola saiu em tiro de meta.

O capitão da equipe europeia, Niko Kovac, levou a pior ao trombar com Adriano e teve que sair, isso aos 42. No minuto seguinte, em jogada rápida, Cafú acionou Kaká, que limpou a marcação e finalizou: 1 a 0 Brasil, fim de primeiro tempo.

Croácia sufoca, mas não fura o bloqueio de Dida

Émerson tenta passar pela forte marcação croata (Foto: Getty)
Émerson tenta passar pela forte marcação croata (Foto: Getty)

Querendo a vitória, a Croácia foi atrás do prejuízo. Aos cinco, Dado Prso foi lançado, protegeu da marcação brasileira e bateu para a defesa de Dida. Três minutos depois, Klasnic arriscou da entrada da área, mas o arqueiro canarinho mostrou segurança.

Aos 11 minutos, o Brasil respondeu: Ronaldo, que até então estava apagado, arriscou de longe, levando perigo à meta croata. Em seguida, Cafú cruzou na cabeça de Ronaldinho, porém, Pletikosa fez grande defesa.

Melhor em campo, a Croácia por pouco não empatou em conclusão de Babic, mas Dida defendeu em dois tempos. Outra boa chegada do time europeu foi no cabeceio de Kranjcar, que saiu sobre o gol. Fim de jogo, 1 a 0 Brasil.

Dados da partida:

BRASIL 1x CROÁCIA

Local: Estádio Olímpico, em Berlim-ALE;
Data: Terça-feira, dia 13/06/2006;
Público: 72.000 pessoas;

Arbitragem:  Benito Archundia-MEX;

>>> Brasil: Dida; Cafú, Lúcio, Juan e Roberto Carlos; Émerson, Zé Roberto, Kaké e Ronaldinho; Adriano e Ronaldo (Robinho). Técnico: Carlos Alberto Parreira;

>>> Croácia: Pletikosa; Simunic, Simic, Kovac, Tudor e Srna; Babic, Niko Kovac (Leko) e Kranjcar; Klasnic (Olic) e Prso. Técnico: Zlatko Kranjcar;

Cartões amarelos: BRA (Émerson) – CRO (Kovac, Tudor e Niko Kovac).