Técnico do São Gonçalo EC espera fechar elenco para a Série B1 nesta semana

Por João Carlos Gomes (Foto: Divulgação)

Restando pouco mais de um mês para o início do Campeonato Carioca Série B1, o São Gonçalo EC segue observado atletas para a montagem do elenco que vai disputar a competição. A equipe retornou da folga nesta segunda-feira, 2, e manteve o andamento das atividades com coletivo em campo reduzido e trabalho de intensidade, no Centro de Treinamento JR, em Itaboraí. A expectativa, de acordo com o técnico Renato Alvarenga, é de que o grupo esteja fechado até o final desta semana.

– O planejamento a gente já fez. Ao mesmo tempo que estamos fazendo o processo seletivo, já estamos condicionando os atletas em força e velocidade. Também fizemos trabalhos específicos com os atletas que estão passando pelo funil. Temos 18 jogadores que se destacaram ao longo da última semana, utilizamos a segunda-feira para trabalho de
intensidade e na terça-feira a gente volta a avaliar jogadores. Até sexta-feira teremos o grupo fechado – explica Alvarenga.

Até o momento o plantel gonçalense conta, efetivamente, com cinco atletas que renovaram contrato e o goleiro Luis Guilherme, reforço anunciado recentemente. O São Gonçalo também possui atletas que estão emprestados e devem retornar após os campeonatos estaduais, dentre eles Joseph e Wellington, que atuam no Potiguar(RN), Daniel, que está no Cajazeiras(PB) e Walber, no Luziânia (GO). A princípio, ainda não está nos planos de Renato Alvarenga buscar jogadores no mercado.

– Nós temos jogadores em estaduais em todo o Brasil. Todos os que estão aqui em observação, são atletas rodados e com idade muito boa, entre 24 e 28 anos, idade excelente para disputar a Série B. A gente tem que estar atento à nossa realidade, o que o São Gonçalo consegue oferecer aos atletas e se eles estão dentro das possibilidades do clube mantê-los. Se houver necessidade, a gente parte para mais contratações – pondera o treinador, que acredita que tem tempo suficiente para ajustar o time até a estreia, 13 de maio, contra o Barra da Tijuca, em local a definir.

– O tempo é suficiente porque temos que estar atento com a realidade do clube. A estrutura aqui é ótima e está melhor do que no ano passado, apesar de ser um pouco mais longe. Nesse aspecto avançamos bastante e temos condição de fazer um trabalho de preparação excepcional – comemora.