‘Tem que tirar o lado bom, não só o ruim’, diz Mário Marques após eliminação do Bangu na Copa Rio

Por Vitor Melo (Foto: Emerson Pereira)

Após sofrer revés em casa diante do Friburguense, na tarde desta última quarta-feira, 22, o Bangu foi eliminado nas oitavas de final da Copa Rio em Moça Bonita. Apesar de criar as melhores chances da disputa, o time da casa não conseguiu colocar a bola na rede, sofreu um gol no fim e viu o adversário avançar dentro da competição. O técnico Mário Marques avaliou o time como um todo e citou a inexperiência do conjunto banguense:

– Eu acho que o time jogou bem. Temos analisar a partida como um todo, não posso analisar só o gol que tomei. As melhores chances foram do Bangu. Demos chance a bastantes jogadores novos nesta competição. O clube tem que ver esse lado, se não todo ano vai ter que contratar 15, 20 jogadores para o Carioca e a  Copa Rio serve  para rodar os meninos, ver quem realmente passa num “vestibular”. Então tem que tirar o lado bom, não só o ruim – avalia o treinador alvirrubro.

Depois de avaliar a atuação do Bangu e apontar o plantel jovem da equipe, o técnico comentou sobre o fato “eliminação precoce”, além de apontar as chances desperdiçadas no confronto:

– Eu não digo eliminação precoce porque do outro lado tinha um time muito experiente, muito rodado, com uma bagagem na Segunda Divisão muito grande e nos sabíamos da dificuldade. O jogo que fizemos em Friburgo deixou a gente esperançoso e, no jogo de hoje, as melhores chances foram nossas. Poderíamos ter matado o jogo, mas não conseguimos. Então, a nível de resultado tem nada que reclamar, a gente só lamenta de não ter passado, mas o Bangu jogou de igual para igual e teve todas as condições de avançar dentro da competição –  frisa o técnico.

Por fim, o comandante banguense abordou a falha do goleiro Bruno Miranda e cita Copa Rio como espécie de “peneira” para o Campeonato Carioca:

–  A gente já falou no vestiário. Eu acho que o maior cobrador vai ser ele (Bruno Miranda) próprio. A falha individual porque foi ele que sofreu o gol? Isso acontece no futebol. Como falei, na Copa Rio você põe os jovens para jogar para ver se eles vão aguentar um Carioca. Agora, falhar faz parte da vida, não é o que a gente quer, mas quem quer jogar futebol tem que estar preparado para isso – finaliza Mario Marques.

Sem competições oficiais em 2018, o Bangu agora terá que se reformular pensando já no Campeonato Carioca 2019.